sexta-feira, 18 de julho de 2008

O dilema


Os leitores mais atentos (mas quem são vocês?!) terão reparado que as actualizações deste blogue são cada vez menos e porventura de cada vez menos interesse. É assim pelo menos que eu vejo a coisa. Só me resta explicar o porquê.

Tenho um novo emprego, que obriga a algum empenho e me consome bastante. Ainda me estou a adaptar ao sitio, ao trabalho e aos seus ritmos. Não tem sobrado muito tempo nem disponibilidade para estas páginas. Por outro lado, com este trabalho surgiu o possibilidade de conhecer de outra maneira certos aspectos do mundo das duas rodas. E ter algumas experiências bem interessantes. Nas últimas semanas, por exemplo, tive oportunidade conduzir todos os modelos de scooter da Honda e participar no ensaio da Suzuki Sixteen (essa meia prima da Scoopy) para a Motociclismo. É claro que gostava de ter aqui falado destes assuntos, mas, às questões já mencionadas (falta de tempo, bla, bla, bla) há que juntar o pequeno problema de não poder aqui partilhar fotos, uma vez que elas têm de primeiro ser publicadas por quem as pagou! Isso desmotiva-me de trazer para aqui alguns assuntos, que depois não posso desenvolver em pleno por essas razões profissionais. Um pouco frustrante.

Enfim, o blogue tem portanto estado em banho maria. Eu continuo a andar de scooter, todos os dias. A foto de cima foi tirada no fim de semana, em Vila Franca. Na verdade, depois de dois anos, já não me sinto muito maçarico, embora tenha consciência de que ainda sou relativamente inexperiente. E essa é outra questão, o objectivo inicial destas páginas era partilhar a visão de um scooterista iniciado e eu já não me vejo como tal...

Então, valerá a pena continuar? Só mais um blogue, com um tema bastante especifico, escrito numa língua minoritária..? Eu ainda penso que sim, mas não com muita energia.

Achei que devia esta explicação.

3 comentários:

João Calatróia disse...

Bessa sou frequentador assíduo do blog desde a sua criação e sempre achei muito interessante a informação que colocaste no mesmo.
Existem sempre prioridades na nossa vida que não permitem que possamos fazer tudo. Compreendo perfeitamente a tua decisão, porém gostava que continuasses com o blog "vivo", por ser tão interessante.

Abraço

Bessa disse...

Obrigado! Acho que vou manter este espaço por enquanto, ainda há coisas que quero contar, enquanto assim for...

Um abraço!

Hugo Reis disse...

Ando ansioso por adquirir uma scooter e, por isso, gosto de ler os teus posts, mesmo quando são sobre coisas banais.
Também eu sou colaborador externo da Motorpress (Motor Clássico) e entendo os constrangimentos, absolutamente razoáveis.

Espero que continues com a assiduidade que te for possível.

Um abraço,
Hugo Reis