quarta-feira, 19 de maio de 2010

No cofre indiano


Quando tinha a SH, não trazia nada comigo. Absolutamente nada. Depois, comecei a preocupar-me com a possibilidade de ter um furo, e comprei um kit de tacos para pneus tubeless. Havia também uma corrente que eu usava por vezes, quando sabia que ia estacionar nalguma parte menos recomendável da cidade. E era tudo.

Com uma scooter como a Indiana, esse tipo de à-vontade não é possível. Todo o scooterista que se preze, se conduz um modelo clássico, traz sempre consigo uma quantidade apreciável de ferramentas e peças que possibilitem uma série de pequenas reparações na berma da estrada. Eu já sabia que me faltava pelo menos o cabo da embraiagem, mas não tinha pressa em arranja-lo, confiando na pouca quilometragem da scooter. Já percebi que não posso fazer previsões desse género.

Enfim, vivendo e aprendendo. Aqui fica então o meu pequeno arsenal, carregado a diário no porta luvas sem fundo da Indiana:



1 - Toalhetes para limpar viseiras (e o que for necessário)
2 - Braçadeira elásticas para segurar a carga.
3 - Colete reflector para usar em incursões em vias rápidas
4 - Lenços de papel para tirar o óleo das mãos
5 - Mini lanterna de dínamo.
6 - Kit de lâmpadas
7 - Corrente para prender a Indiana
8 - Vela
9 - 100 ml de óleo de motor
10 - Ferramentas extra
11 - Kit de ferramentas
12 - Saco de capacete
13 - Calças de chuva

Esta é uma lista que está sempre inacabada, sempre a crescer. Muito em breve poderei acrescentar o cabo da embraiagem, um serra cabos e alguma massa lubrificante. Com isso espero estar preparado para alguns quilómetros tranquilos.

6 comentários:

kes! disse...

Kes advice: junta na tua lista um conjunto de cabos (2 po selector, 1 embraiagem, 1 acelerador e uns qts serra cabos).

Vasco Eiriz disse...

Seguro, seguro é levar reboque com outra mota... Oops!

Anónimo disse...

e para quem não percebe nada disso de mudar cabos e trocar pneus furados?

Rui Tavares disse...

Levas chave de velas xD?

Bessa disse...

Está no kit! : )

Leo_Dueñas disse...

Definitivamente preciso levar cabos no meu kit... Na minha indiana (uma Bajaj Classic), levo também a sua canequinha dosadora de óleo 2T, nada dessas conveniências modernas de autolube. Saudações do Brasil, Leo.