terça-feira, 27 de maio de 2008

Sua excelência, o enlatado


Não é um carro qualquer. É um Mercedes. E também não é um Mercedes qualquer, é um S 400. Olhem para mim e tremam, seus camponeses miseráveis!

Agora que os automóveis conquistaram todos os espaços possíveis e imagináveis (e alguns impossíveis e inimagináveis) das ruas e praças de Lisboa, agora que a praga enlatada arruinou a qualidade de vida da cidade, impediu as crianças de brincar na rua e os idosos de andar pelos passeios, há muito transformados em estacionamentos... Agora que nenhuma pessoa normal se sente capaz de se deslocar a pé pela cidade com um mínimo de conforto e segurança... Será que podemos ficar satisfeitos? Podemos descansar e saborear a vitória absoluta?

Não. O nosso trabalho ainda não está acabado. Essas monstruosidades das scooters e motos, que têm o atrevimento de poluir e estorvar muito menos, arranjaram maneira de ter lugares próprios de estacionamento. Só em dois ou três locais em toda a cidade de Lisboa, exactamente ao contrario do que sucede noutras capitais europeias, onde existem centenas. Mas mesmo isso é intolerável, ali onde cabem umas oito motos posso estacionar eu, que sou um tipo importante e tenho mesmo que ir às compras...

1 comentários:

ODEIO carros disse...

Muito bom post! Tenho uma sugestão interessante: porque não andas com post-its no bolso já com o endereço deste blog escrito para colares em viaturas como esta? Eles vão adorar o texto que lhes dedicas!